No mês de Leão a palavra de ordem é respeito

Imagme Leão

 

Este domingo foi a Lua Nova de Leão, marcando o início do mês desse signo, o qual, segundo a Cabala, é um mês de troca. Leão é o signo do coração e, de todos os signos do Zodíaco, o capaz das maiores generosidades.

Portanto, esse é um mês onde você receberá exatamente o que plantou, numa troca justa.

O signo do coração também é o dotado da pior raiva do Zodíaco. Embora não seja tão comum você ver um Leão externar a sua força de maneira ostensiva, se você cruzar a linha fronteiriça dele você vai se assustar com a capacidade do Leão de se defender e colocar limites. Com a mesma intensidade que ele ama, se doa e brinca, ele briga.

Sua linha fronteiriça é o respeito. Leões necessitam de liberdade para ser quem são e não vão recuar se você tentar manipulá-los ou modifica-los para satisfazer os seus caprichos. Você poder dar sorte dele simplesmente se afastar, buscando uma vida onde haja respeito longe da situação que o agride.

Porém, se você o colocar num lugar sem muita saída, mesmo que o Leão espere anos para te colocar no seu lugar, uma hora ele o fará e o rugido vai ser escutado de muito longe, para que fique bem claro: aqui exige-se respeito, nem que seja na base do medo.

Então, neste mês de Leão, se você quiser ter um bom convívio, busque respeitar tudo e todos, aceitando as diferenças e sabendo que nem todo mundo gosta do que você gosta ou vive como você.

Sob essa influência, temos a chance de aprender a respeitar o espaço e a natureza do outro. Se, contudo, insistirmos em manipular e desrespeitar alguém, é bem provável que venha um sonoro rugido e, se for um Leão, então, você pode ter certeza de que jamais se esquecerá da fúria que presenciou.

A palavra do mês é respeito, a base do amor e de qualquer relação e a essência do Leão. Respeite-o e você terá o mais leal dos signos a seu dispor, passe por cima dele e você terá os desgostos do mês de agosto. As maiores atrocidades da humanidade se deram sob o mês de Leão, pois amor e ódio são faces da mesma moeda e o respeito, a energia que vira a moeda para um ou outro lado.

Bom mês de Leão a todos!

Áries e seus defeitos

zodiac-1647163_960_720

 

Dando início à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Áries, o primeiro signo do Zodíaco.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Áries: o “primeiro eu”.

Áries, o primeiro signo do Zodíaco, tem em sua alma a necessidade de ser o pioneiro. A área / setor da vida em que o ariano deseja ser pioneiro depende do restante do mapa, mas, seja qual for o ariano em questão, ele quer inaugurar algo.

Ser pioneiro significa empreender algo que ainda não foi feito em determinado contexto. Isso não significa, necessariamente, que o ariano precisa inventar algo inédito ou se lançar em um ramo de negócios inovador. A satisfação advinda do pioneirismo pode perfeitamente ter sua origem, por exemplo, em ser o primeiro da família a fazer uma faculdade.

No entanto, quando o ariano não identifica em si essa necessidade ou, por qualquer razão, não a consegue satisfazer, então essa energia positiva se converte em um forte egoísmo e na necessidade de, literalmente, passar à frente dos outros. Daí porque muitos descrevem os arianos como aqueles que sempre desejam ser os primeiros, pensando apenas em si mesmos e agindo duas vezes antes de pensar.

Portanto, aos arianos de plantão, é aconselhável um olhar sincero para si mesmos e para a sua condição atual de vida, a fim de identificar onde e como vocês podem ser os pioneiros e, assim, canalizar toda essa energia de ação e coragem para algo positivo, o que certamente facilitará o seu convívio com as demais pessoas.

Coluna UOL: A Simbologia de Leão

Caros seguidores e amigos,
Estive ausente, pois estava de férias.

No entanto, o novo texto na coluna do UOL foi publicado dia 5 de setembro e pode ser encontrado no link: http://horoscopovirtual.uol.com.br/artigos/a-simbologia-de-leao?nocache=true

Nesse texto tratei da simbologia do signo de Leão, o qual remete à liderança e autoestima. Espero que vocês gostem e lhes ajude de alguma forma.

abs,

Mia Vilela

 

 

Touro e seus defeitos

Touro

 

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Touro.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Touro: a obsessão.

Sim, os taurinos são obcecados, teimosos, tendentes à estagnação. Muitas vezes, a sua estabilidade e necessidade de segurança são tais, que o taurino acaba ficando literalmente obcecado por algo, uma situação, relação, emprego, etc.

Daí decorre que aquilo que precisa ser reciclado, transformado ou mesmo eliminado é, ao invés, preservado e volta-se contra o próprio taurino.

Seu lado inconsciente e complementar é a natureza transformadora e desapegada do bom Escorpião (veja-se que, do lado negativo, Escorpião pode ser bastante apegado, em especial emocionalmente), a qual deve ser trazida à luz a fim de que a vida do taurino possa andar para frente e em certa cadência, sobrepondo-se à sua teimosia.

Dito de outro modo, é preciso que o taurino aprenda a largar o que tem que ser largado a fim de que possa preservar o que tem que ser preservado, sob pena de, tentando preservar tudo, deteriorar tudo.

Isso é de suma importância quando lembramos que os taurinos, nos raros momentos em que perdem a sua paciência (e isso pode ocorrer tão poucas vezes na vida que sequer preenchem os dedos de uma mão) são os mais destruidores do Zodíaco.

Portanto, a fim de evitar atitudes radicais ou de se transformarem em empecilhos ao seu próprio progresso, os taurinos devem aprender com seus opostos escorpiões a transmutar o que já não serve mais, trazendo leveza à vida e às suas relações e, consequentemente, propiciando a beleza e calmaria que tanto buscam em seu dia a dia.

Leão e seus defeitos

Imagme Leão

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Leão.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Leão: o orgulho.

Sim, Leão tem como um de seus principais defeitos o orgulho. Irritar um leonino é bem fácil: basta desrespeitá-lo que, com seu orgulho ferido, ele irá rugir bastante alto.

É o orgulho que faz com que boa parte dos leoninos tenha uma dose de paciência baixa e ajam de maneira repreensiva em relação aos outros com frequência. Por outro lado, se bem dosado, é o orgulho que os faz não permanecerem muito tempo onde não são bem vindos nem se deixarem humilhar.

Mas estou aqui tratando do orgulho em doses nada saudáveis ou, em nível mais profundo, do orgulho que, na verdade, é manifestação externa de insegurança acerca de seu próprio valor. Nesse caso, a atitude deixa de ser firme para evitar abusos e passa a ser imperativa e briguenta, no mais claro estilo pavio curto.

A missão de todo leonino por berço é encontrar o pai/herói dentro de si mesmo e, para isso, terão que mergulhar profundamente em sua psique e fazerem um sério exercício de sinceridade consigo mesmos, afim de tomarem consciência de seu sentimento inconsciente de insegurança (e em que medida esse sentimento acaba por dominar sua crença de vida).

A pose de bravo e imperativa do leonino é um disfarce à sua insegurança interior, ao seu medo de não ser nobre nem valente quanto ele sabe que deve ser. Isso precisa ser trabalhado. Abrir espaço para sua criatividade fluir, permitir-se tempo para aproveitar a vida, tomar decisões com base em seus anseios mais profundos (e não com base na necessidade de ser aplaudido pelos outros) e evitar pessoas que sejam falsos amigos que, sob a máscara da ajuda, acabam por criticar justamente os seus pontos fortes são um bom começo. Ainda, a depender do contexto de vida, uma boa terapia pode ajudar a resgatar esse pai interior/segurança interna.

Uma vez que a causa do orgulho esteja curada ou mitigada, o leonino passará a expressar o seu lado mais conhecido e falado nos livros de Astrologia: criatividade, alegria e generosidade e, de modo mais prático, firmeza e capacidade de liderança (de si mesmo e dos outros), a qual será exercida por meio do carisma e da generosidade e não de atitudes imperativas/impositivas/ditatoriais.

Todo mandão (que não aceita críticas) é inseguro, a honra e nobreza do Leão nascem quando a insegurança é superada e, em paz com suas qualidades e defeitos/limitações, o leonino se torna afável, firme, capaz de tomar decisões assertivas e de assumir responsabilidade com uma naturalidade que nem os capricornianos conhecem, pois Leão o faz com a leveza de quem nasceu para isso e não por obrigação. Um Leão positivamente desenvolvido trabalhará em cooperação e saberá ouvir os demais, pois tem segurança interna para ouvir criticas construtivas.

Essa segurança também o fará ter a coragem que poucos têm de se cercar de pessoas extremamente competentes, pois não se sentirá ameaçado por elas. A superação do orgulho inseguro o faz querer competir com os melhores, pois senão não será competição, mas predação e disso ele não precisa mais.

Enquanto se deixar dominar pelo orgulho inseguro, o Leão não poderá ser ele mesmo, mas será apenas um escravo dos aplausos alheios, de pessoas que vibram por mantê-los aquém de suas capacidades. Mas isso o fará definhar; seus olhos ficarão pequenos, sua coluna curva e seu sorriso sem brilho. Observe que, uma vez superado esse obstáculo interno, o leonino que você conhece caminhará com pose de bailarino, olhar altivo, olhos bem abertos e terá um sorriso caloroso no rosto. Observem e me contem se estou certa ou não.

Mas, mesmo diante do Leão que já aprendeu a estar seguro de si e ciente das necessidades dos outros, é recomendável uma boa dose de respeito, pois em qualquer caso, eles mantêm as unhas bem afiadas caso seja necessário colocar um bajulador ou manipulador para correr.

Escorpião e seus defeitos

horoscope-644864__180

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Escorpião.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Escorpião: o rancor.

Scorpio é rancoroso, guarda mágoa e, em muitos casos, nutre desejo de vingança (nem sempre o realiza, mas pensa no assunto).

Ocorre que esse traço prejudica muito mais o próprio escorpião do que a sua potencial ou efetiva vítima.

O rancor é como um carvão quente que guardamos em nosso corpo, vai queimando até provocar uma lesão (doença) que nos faça acordar. E você, escorpião, não quer, além de tudo, ficar doente por conta de alguém que você despreza, certo?

Então, raciocina comigo: a quem o perdão atende, a você ou ao outro? A você, claro. Quando perdoamos alguém, o fazemos em nosso benefício, isto é, por nós mesmos e não como uma libertação do outro (muitas vezes esse outro sequer se importa com o nosso perdão). Perdoamos para evitar toda a tristeza, agonia e até doença que o rancor nos traz.

Igualmente, é importante que você entenda que o objeto do perdão é a pessoa e não o ato lesivo que ela praticou. Perdoar não significa que você tolera a postura que lhe prejudicou, mas que você não guarda rancor contra a pessoa. Evidentemente, a postura é intolerável, mas a pessoa não é, necessariamente, nociva. Com efeito, se a pessoa demonstrar verdadeiro arrependimento e capacidade de não repetir aquela atitude, você pode até mesmo manter a relação ou contato de antes, por que não?

Pensando dessa forma, você pode encontrar caminhos dentro de si que o auxiliem a sair da prisão que é o rancor.

Até mesmo porque, quando você nutre ódio por alguém, ainda que a pessoa esteja a quilômetros de distância, estará não apenas presente em sua vida (o que você não deseja) como o dominará, pois você vira um escravo de seu rancor, na medida em que esse lhe consome a vitalidade e alegria. Isto é, você fica triste em razão da atitude do outro, mas do rancor que você insiste em nutrir dentro de si, levando esse outro a habitar a sua mente.

Assim, se a referida pessoa realmente tinha a intenção de lhe prejudicar, obteve enorme êxito e um êxito que durará tanto tempo quanto o seu rancor durar. Olha só que absurdo, que poder você está dando a essa pessoa e retirando de si!

Então, meu caro scorpio, vamos ascender à águia que você nasceu para ser, resolver os problemas no ato e voar cada vez mais alto e livre desses sentimentos que lhe prendem ao solo? Depende somente de você.

 

Virgem e seus defeitos

20428928-the-beauty-and-tenderness-of-the-universe-zodiac-virgo-is-a-cosmic-love-feel-this-love

 

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Virgem.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Virgem: a necessidade de perfeição, que pode levar à ausência de produtividade.

Quando dizemos que uma pessoa é de determinado signo, não significa, necessariamente, que tal pessoa tenha desenvolvido dentro de si todas as características positivas de tal signo. Com efeito, muitas vezes é necessário que a pessoa aprenda a ser de seu signo, a fim de que encontre realização pessoal.

Virgem é o signo do serviço, isto é, para que uma pessoa nascida sob este signo possa sentir-se bem, é necessário que desenvolva uma atividade que seja útil aos outros.

No entanto, tenho verificado que há inúmeros(as) virginianos(as) que são, em português bem claro, preguiçosos. Têm talento e capacidade de sobra, mas falta força de vontade e se deixam levar pela inércia da inação.

O curioso é que, embora acreditem que não desejam trabalhar ou desenvolver uma atividade/serviço, estão tristes, levando uma vida morna, com a sensação de que lhes falta algo.

Sim, falta: produzir algo útil aos outros. Vocês são do signo do serviço. Virginianos(as) não são propriamente organizados, precisam, sim, organizar, arrumar, catalogar, embelezar, arquitetar. Por isso nasceram com senso crítico e inúmeras habilidades manuais e, no mais das vezes, inteligência espacial.

E é justamente esse senso crítico que, quando em excesso, leva a essa inação desfarçada de preguiça. Virgem quer tudo tão perfeito e correto que pode se sentir incapaz de atingir tais exigências e, daí, decide não agir!

Se você é de Virgem e sente-se morno, sem sal e com preguiça, mexa-se! Não desperdice seus dons, produza, traga mais utilidade e beleza ao mundo e você verá como, em pouco tempo, sentir-se-á bem melhor. Saiba que a perfeição a Deus pertence, que a você cabe a busca contínua da excelência.

Entenda que é através de uma atividade que produza algo útil aos outros que você desenvolverá todas as suas habilidades e mostrará ao mundo o significado da palavra excelência, mas que a perfeição não pertence ao reino dos homens.

Pode ser um trabalho remunerado ou simplesmente participar ativamente da organização do lar, das atividades do filho, da agenda da esposa ou do marido. Enfim, sentindo-se úteis e trazendo benefícios de ordem prática aos outros, dentro de suas habilidades, é que vocês encontram satisfação pessoal.

Portanto, Virgem, quando o bloqueio lhe dominar desfarçado de preguiça, pense: eu sou capaz e com a prática ficarei ainda melhor, isso vai te ajudar a iniciar seus projetos e sentir-se útil, que é a sua maior necessidade.

Por Mia Vilela