Peixes e seus defeitos

ilusão

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar o último signo do Zodíaco, Peixes, .

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Peixes: o romantismo.

Peixes tende a ter uma visão bastante romântica da vida e das pessoas, como se colocasse lentes cor de rosa mesmo.

Se, por um lado, isso lhe dá uma alma mais pura (salvo nos casos muito baixos, em que o lado negativo do signo se manifesta com força máxima na mentira e nos crimes), por outro, lhe reveste de uma ingenuidade que o torna presa fácil para os interesseiros de plantão.

Esse signo tende a ver bondade em tudo e todos e a desconfiança não lhe toma o pensamento, de modo que procura sempre compreender e aceitar os outros. Isso, claro, é muito nobre!

O problema é que há pessoas que fazem uma clara opção pelo mal e usam essa bondade pisciana para conseguirem o que querem, prejudicando o Peixes. É comum piscianos emprestarem dinheiro e nunca receberem de volta, abrirem mão de suas vidas para cuidar dos outros, etc, etc, etc.

Não estou dizendo para não ajudarem o próximo, mas apenas para terem mais os pés no chão e avaliarem quem realmente precisa de ajuda e qual o preço que você, Peixes, pagará por essa ajuda. Antes de ajudar o próximo, você pecisa cuidar de si, pois, caso abra mão totalmente de sua personalidade, vontades e vida, terminará doente, pois você tende a somatizar.

Assim, avalie sempre em que medida você pode exercer a caridade que mora em seu coração, sem ser enganado nem se doar tanto, a ponto de deixar de existir como indivíduo e, por fim, adoecer.

Você tem o mais puro dos amores, não o desperdice com qualquer um!

Por Mia Vilela

Aquário e seus defeitos

 

futuro

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Aquário.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Aquário: a ansiedade.

Aquarianos adoram fazer uso da máxima astrológica de que vivem no futuro e usam isso como um artifício para destacar o quanto são mais inteligentes do que os outros.

Ocorre que quem muito vive no futuro pouco aproveita o presente e, mais: tem enorme dificuldade de ser feliz diante da vida tal como ela é hoje.

O que Aquário faz é projetar um futuro que só vai se concretizar se algo for feito no presente. Mas esse excesso de futuro lhes deixa ansiosos e isso gera irritação e impaciência e, consequentemente, acabam não conseguindo traçar um plano de ação concreto para dar cabo às suas ideias geniais.

O primeiro passo para eliminar isso é sair do trono e entender que você não é melhor nem mais inteligente que ninguém e que aquelas pessoas que você tanto critica podem ser essenciais para que suas ideias tomem forma. Se você não olhar o próximo e ouvi-lo, ninguém vai cooperar contigo e a tendência é que você seja taxado de utópico.

Eu sei que você tem muito a ensinar, mas, como pobre mortal que é, também tem muito a aprender. E o ponto inicial é: viva o presente e o aceite e as pessoas que nele se inserem tais como são, pois somente assim você conseguirá a colaboração de que precisa para transformar o presente no futuro brilhante que você antevê.

Sem isso, você será tomado de ansiedade e irritação e terminará arrumando confusão por onde passa e suas ideias permanecerão sempre no futuro, aquele que nunca chega.

 

Por Mia Vilela

Sagitário e seus defeitos

images (4)

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Sagitário.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Sagitário: a dificuldade em levar projetos até o fim.

Já falei em outro artigo sobre Sagitário que as pessoas desse signo ou que o tenham como predominante no mapa ou, ainda, que tenham Júpiter muito forte no mapa, preferem o caminho ao destino final.

Sagitário é representado pelo Centauro, figura mitológica, com corpo de cavalo e cabeça de homem, e que aponta um flecha para o céu. A flecha apontada para o infinito simboliza os grandes sonhos e ideais desse signo.

Com efeito, Sagitário não tem problema em fixar uma meta (ao contrário de Gêmeos, seu signo oposto), mas a sua pressa em conseguir tudo logo e tendência a buscar o caminho mais fácil podem sabotá-lo e fazer com que troque de metas diversas vezes, deixando de alcançar o que realmente deseja. E, pior, ao mudar de caminho com frequência, nem sequer o caminho é aproveitado.

Dessa forma, Sagitário precisa definir quais são seus objetivos e seguir em frente, enfrentando os obstáculos e dificuldades que vier a encontrar, ao invés de procurar desviar em busca de uma solução mais rápida.

Em sua busca por um significado da vida, é importante que Sagitário aprenda que, apesar de bela, a vida não é fácil. A dor, as dificuldades, as pessoas traiçoeiras e as injustiças fazem parte do caminho de qualquer indivíduo, incluindo o Sagitário.

É preciso abrir mão da arrogância por trás dessa ansiedade de querer chegar ao topo rápido, pois essa arrogância esconde um inconsciente conceito de que o sagitariano é especial. Centauros, ninguém é especial, somos únicos, mas a ninguém é garantida uma vida sem dor ou injustiça.

Infelizmente, o mundo do “dever ser” que Sagitário idealiza não corresponde ao mundo tal como ele é, e saber viver e atingir os alvos das flechas depende da capacidade de aceitar e lidar com a vida tal como ela é. Senão, Sagitário pode se tornar errante e com sentimento constante de injustiça, enquanto as outras pessoas seguem atingindo seus objetivos.

Sagitário, você pode alcançar o céu, se aprender a arte da resiliência. Vamos encarar essa aventura?

Por Mia Vilela

Gêmeos e seus defeitos

 

escolha

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Gêmeos.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Gêmeos: o pau para toda obra e mestre de nenhuma.

Curiosos que são, esses indivíduos podem correr o risco de diversificar tanto seus interesses, que perdem o foco e terminam não concretizando nada de maneira efetiva e sólida.

Se, por um lado, aprender um pouco de tudo, comunicar-se com todos e se movimentar bastante podem lhe trazer grandes oportunidades, por outro, é preciso foco e disciplina para aproveitá-las.

Assim, para que Gêmeos possa fazer bom uso de sua infinidade de ideias, capacidade de diálogo e conhecimento vasto, é preciso trabalhar a disciplina e traçar objetivos. Para tanto, é necessário conscientizar-se de que a vida é feita de escolhas e que, para cada uma delas, corresponderá, necessariamente, uma renúncia. É assim, não tem argumento ou jeitinho que vá mudar isso!

Se você tem forte influência de Gêmeos em seu mapa, procure definir seus valores de maneira bastante clara, pois assim você vai identificar suas prioridades, o que lhe dará base para fazer escolhas e, assim, realizar todo o seu potencial de vida.

Sua ideias precisam ser realizadas, sabia? O mundo precisa de seus ensinamentos, vamos focar?

 

Por Mia Vilela.

Áries e seus defeitos

zodiac-1647163_960_720

 

Dando início à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Áries, o primeiro signo do Zodíaco.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Áries: o “primeiro eu”.

Áries, o primeiro signo do Zodíaco, tem em sua alma a necessidade de ser o pioneiro. A área / setor da vida em que o ariano deseja ser pioneiro depende do restante do mapa, mas, seja qual for o ariano em questão, ele quer inaugurar algo.

Ser pioneiro significa empreender algo que ainda não foi feito em determinado contexto. Isso não significa, necessariamente, que o ariano precisa inventar algo inédito ou se lançar em um ramo de negócios inovador. A satisfação advinda do pioneirismo pode perfeitamente ter sua origem, por exemplo, em ser o primeiro da família a fazer uma faculdade.

No entanto, quando o ariano não identifica em si essa necessidade ou, por qualquer razão, não a consegue satisfazer, então essa energia positiva se converte em um forte egoísmo e na necessidade de, literalmente, passar à frente dos outros. Daí porque muitos descrevem os arianos como aqueles que sempre desejam ser os primeiros, pensando apenas em si mesmos e agindo duas vezes antes de pensar.

Portanto, aos arianos de plantão, é aconselhável um olhar sincero para si mesmos e para a sua condição atual de vida, a fim de identificar onde e como vocês podem ser os pioneiros e, assim, canalizar toda essa energia de ação e coragem para algo positivo, o que certamente facilitará o seu convívio com as demais pessoas.

Touro e seus defeitos

Touro

 

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Touro.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Touro: a obsessão.

Sim, os taurinos são obcecados, teimosos, tendentes à estagnação. Muitas vezes, a sua estabilidade e necessidade de segurança são tais, que o taurino acaba ficando literalmente obcecado por algo, uma situação, relação, emprego, etc.

Daí decorre que aquilo que precisa ser reciclado, transformado ou mesmo eliminado é, ao invés, preservado e volta-se contra o próprio taurino.

Seu lado inconsciente e complementar é a natureza transformadora e desapegada do bom Escorpião (veja-se que, do lado negativo, Escorpião pode ser bastante apegado, em especial emocionalmente), a qual deve ser trazida à luz a fim de que a vida do taurino possa andar para frente e em certa cadência, sobrepondo-se à sua teimosia.

Dito de outro modo, é preciso que o taurino aprenda a largar o que tem que ser largado a fim de que possa preservar o que tem que ser preservado, sob pena de, tentando preservar tudo, deteriorar tudo.

Isso é de suma importância quando lembramos que os taurinos, nos raros momentos em que perdem a sua paciência (e isso pode ocorrer tão poucas vezes na vida que sequer preenchem os dedos de uma mão) são os mais destruidores do Zodíaco.

Portanto, a fim de evitar atitudes radicais ou de se transformarem em empecilhos ao seu próprio progresso, os taurinos devem aprender com seus opostos escorpiões a transmutar o que já não serve mais, trazendo leveza à vida e às suas relações e, consequentemente, propiciando a beleza e calmaria que tanto buscam em seu dia a dia.

Leão e seus defeitos

Imagme Leão

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Leão.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Leão: o orgulho.

Sim, Leão tem como um de seus principais defeitos o orgulho. Irritar um leonino é bem fácil: basta desrespeitá-lo que, com seu orgulho ferido, ele irá rugir bastante alto.

É o orgulho que faz com que boa parte dos leoninos tenha uma dose de paciência baixa e ajam de maneira repreensiva em relação aos outros com frequência. Por outro lado, se bem dosado, é o orgulho que os faz não permanecerem muito tempo onde não são bem vindos nem se deixarem humilhar.

Mas estou aqui tratando do orgulho em doses nada saudáveis ou, em nível mais profundo, do orgulho que, na verdade, é manifestação externa de insegurança acerca de seu próprio valor. Nesse caso, a atitude deixa de ser firme para evitar abusos e passa a ser imperativa e briguenta, no mais claro estilo pavio curto.

A missão de todo leonino por berço é encontrar o pai/herói dentro de si mesmo e, para isso, terão que mergulhar profundamente em sua psique e fazerem um sério exercício de sinceridade consigo mesmos, afim de tomarem consciência de seu sentimento inconsciente de insegurança (e em que medida esse sentimento acaba por dominar sua crença de vida).

A pose de bravo e imperativa do leonino é um disfarce à sua insegurança interior, ao seu medo de não ser nobre nem valente quanto ele sabe que deve ser. Isso precisa ser trabalhado. Abrir espaço para sua criatividade fluir, permitir-se tempo para aproveitar a vida, tomar decisões com base em seus anseios mais profundos (e não com base na necessidade de ser aplaudido pelos outros) e evitar pessoas que sejam falsos amigos que, sob a máscara da ajuda, acabam por criticar justamente os seus pontos fortes são um bom começo. Ainda, a depender do contexto de vida, uma boa terapia pode ajudar a resgatar esse pai interior/segurança interna.

Uma vez que a causa do orgulho esteja curada ou mitigada, o leonino passará a expressar o seu lado mais conhecido e falado nos livros de Astrologia: criatividade, alegria e generosidade e, de modo mais prático, firmeza e capacidade de liderança (de si mesmo e dos outros), a qual será exercida por meio do carisma e da generosidade e não de atitudes imperativas/impositivas/ditatoriais.

Todo mandão (que não aceita críticas) é inseguro, a honra e nobreza do Leão nascem quando a insegurança é superada e, em paz com suas qualidades e defeitos/limitações, o leonino se torna afável, firme, capaz de tomar decisões assertivas e de assumir responsabilidade com uma naturalidade que nem os capricornianos conhecem, pois Leão o faz com a leveza de quem nasceu para isso e não por obrigação. Um Leão positivamente desenvolvido trabalhará em cooperação e saberá ouvir os demais, pois tem segurança interna para ouvir criticas construtivas.

Essa segurança também o fará ter a coragem que poucos têm de se cercar de pessoas extremamente competentes, pois não se sentirá ameaçado por elas. A superação do orgulho inseguro o faz querer competir com os melhores, pois senão não será competição, mas predação e disso ele não precisa mais.

Enquanto se deixar dominar pelo orgulho inseguro, o Leão não poderá ser ele mesmo, mas será apenas um escravo dos aplausos alheios, de pessoas que vibram por mantê-los aquém de suas capacidades. Mas isso o fará definhar; seus olhos ficarão pequenos, sua coluna curva e seu sorriso sem brilho. Observe que, uma vez superado esse obstáculo interno, o leonino que você conhece caminhará com pose de bailarino, olhar altivo, olhos bem abertos e terá um sorriso caloroso no rosto. Observem e me contem se estou certa ou não.

Mas, mesmo diante do Leão que já aprendeu a estar seguro de si e ciente das necessidades dos outros, é recomendável uma boa dose de respeito, pois em qualquer caso, eles mantêm as unhas bem afiadas caso seja necessário colocar um bajulador ou manipulador para correr.