Aquário e seus defeitos

 

futuro

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Aquário.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Aquário: a ansiedade.

Aquarianos adoram fazer uso da máxima astrológica de que vivem no futuro e usam isso como um artifício para destacar o quanto são mais inteligentes do que os outros.

Ocorre que quem muito vive no futuro pouco aproveita o presente e, mais: tem enorme dificuldade de ser feliz diante da vida tal como ela é hoje.

O que Aquário faz é projetar um futuro que só vai se concretizar se algo for feito no presente. Mas esse excesso de futuro lhes deixa ansiosos e isso gera irritação e impaciência e, consequentemente, acabam não conseguindo traçar um plano de ação concreto para dar cabo às suas ideias geniais.

O primeiro passo para eliminar isso é sair do trono e entender que você não é melhor nem mais inteligente que ninguém e que aquelas pessoas que você tanto critica podem ser essenciais para que suas ideias tomem forma. Se você não olhar o próximo e ouvi-lo, ninguém vai cooperar contigo e a tendência é que você seja taxado de utópico.

Eu sei que você tem muito a ensinar, mas, como pobre mortal que é, também tem muito a aprender. E o ponto inicial é: viva o presente e o aceite e as pessoas que nele se inserem tais como são, pois somente assim você conseguirá a colaboração de que precisa para transformar o presente no futuro brilhante que você antevê.

Sem isso, você será tomado de ansiedade e irritação e terminará arrumando confusão por onde passa e suas ideias permanecerão sempre no futuro, aquele que nunca chega.

 

Por Mia Vilela

Sagitário e seus defeitos

images (4)

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Sagitário.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Sagitário: a dificuldade em levar projetos até o fim.

Já falei em outro artigo sobre Sagitário que as pessoas desse signo ou que o tenham como predominante no mapa ou, ainda, que tenham Júpiter muito forte no mapa, preferem o caminho ao destino final.

Sagitário é representado pelo Centauro, figura mitológica, com corpo de cavalo e cabeça de homem, e que aponta um flecha para o céu. A flecha apontada para o infinito simboliza os grandes sonhos e ideais desse signo.

Com efeito, Sagitário não tem problema em fixar uma meta (ao contrário de Gêmeos, seu signo oposto), mas a sua pressa em conseguir tudo logo e tendência a buscar o caminho mais fácil podem sabotá-lo e fazer com que troque de metas diversas vezes, deixando de alcançar o que realmente deseja. E, pior, ao mudar de caminho com frequência, nem sequer o caminho é aproveitado.

Dessa forma, Sagitário precisa definir quais são seus objetivos e seguir em frente, enfrentando os obstáculos e dificuldades que vier a encontrar, ao invés de procurar desviar em busca de uma solução mais rápida.

Em sua busca por um significado da vida, é importante que Sagitário aprenda que, apesar de bela, a vida não é fácil. A dor, as dificuldades, as pessoas traiçoeiras e as injustiças fazem parte do caminho de qualquer indivíduo, incluindo o Sagitário.

É preciso abrir mão da arrogância por trás dessa ansiedade de querer chegar ao topo rápido, pois essa arrogância esconde um inconsciente conceito de que o sagitariano é especial. Centauros, ninguém é especial, somos únicos, mas a ninguém é garantida uma vida sem dor ou injustiça.

Infelizmente, o mundo do “dever ser” que Sagitário idealiza não corresponde ao mundo tal como ele é, e saber viver e atingir os alvos das flechas depende da capacidade de aceitar e lidar com a vida tal como ela é. Senão, Sagitário pode se tornar errante e com sentimento constante de injustiça, enquanto as outras pessoas seguem atingindo seus objetivos.

Sagitário, você pode alcançar o céu, se aprender a arte da resiliência. Vamos encarar essa aventura?

Por Mia Vilela

Libra e seus defeitos

amor

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Libra.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Libra: a necessidade de relacionamentos.

Primeiramente, destaco que gostar de relacionar-se não é um defeito, muito pelo contrário! O problema com Libra surge quando isso vira uma dependência, quando todo o sentido de identidade própria é construído através da visão de um terceiro.

Libra é o signo oposto a Áries e esse último, na qualidade de primeiro signo do Zodíaco, nos ensina que, antes de mais nada, é preciso sermos nós mesmos e termos a ousadia de nos posicionarmos no mundo de acordo com nossa alma.

Libra sai dessa esfera de individualismo e simboliza os relacionamentos. Mas, antes de chegar ao simbolismo do sétimo signo, o Zodíaco nos mostrou: em primeiro lugar, sê inteiro!

Libra, antes de se envolver com os outros, é preciso que você seja um por inteiro, tenha desenvolvido a sua personalidade e senso de identidade por si mesmo, senão, você não vai conhecer o amor, mas a dependência.

A harmonia e troca que você tanto busca dependem de você ter algo para trocar e, para isso,  você precisa ter a sua identidade bem formada. O relacionamento vem para lhe auxiliar a evoluir e não para lhe construir. Há uma diferença nisso.

Se essa dinâmica não for assimilada, você vai amar o amor e não a pessoa com quem se relaciona e perderá o melhor néctar que a vida tem a lhe oferecer.

Vamos fazer jus à sua mãe, Vênus, e aprender a amar, amando, primeiro, a si mesmo e, a partir daí, estabelecendo relacões de troca com o outro?

Por Mia Vilela.

Câncer e seus defeitos

 

passado

Dando continuidade à série de artigos que trata dos signos e seus defeitos, passo a abordar Câncer.

Todos os signos têm em si defeitos e qualidades e depende do livre arbítrio do indivíduo qual dessas formas de manifestação vai predominar e em que intensidade. O mais comum é que ao longo da vida, conforme as circunstâncias forem dando ensejo, o indivíduo se depare com versões suas até então não reveladas.

Dito isso, passo a tratar de um dos principais defeitos de Câncer: o apego ao passado e a dificuldade em lidar com a vida em movimento.

Câncer é o signo do Zodíaco que simboliza a mãe e o passado. Frequentemente, essas pessoas gostam de história e têm bastante apego a fotografias, memórias de infância e à família em geral.

Ocorre que, por mais doce que isso possa parecer, há um problema escondido por trás de tanto afeto: o apego! Sim, Câncer padece do vício do apego, num Universo que está em constante mudança e evolução. Não é fácil para eles lidar com o dinamismo da vida.

Enfrentar términos de ciclos de vida e inícios de novas fases pode ser realmente estressante para essas pessoas, pois, no fundo, sua necessidade de segurança lhes gera um enorme vínculo afetivo com situações e relações já consolidadas. É o porto seguro deles.

Ocorre que pessoas morrem, mudam-se de cidade, filhos crescem, a aposentadoria chega, enfim, a vida é feita de fases e novos começos sempre. Aprender a ser grato por tudo o que foi vivido é de bastante importância para Câncer, pois é a maneira de trocar o sofrimento da perda por uma emoção positiva, capaz de gerar profunda satisfação.

Caso essas pessoas não aprendam a transmutar o sofrimento e o rancor das perdas/mudanças em gratidão pela vida vivida, acabarão se afundando em um pessimismo e vitimismo que lhes gerará um afastamento social e isolamento, tudo que eles não querem.

Então, Câncer, vamos aproveitar cada momento como se fosse o último, porque tudo muda e a cada novo começo nasce a oportunidade de desenvolvimento de mais amor e novos vínculos. Que tal olhar por esse lado e vivenciar um futuro esperançoso e um passado cheio de gratidão?

Por Mia Vilela.

Artigo no UOL: série signos e relacionamentos – Áries

relacionamentos

Caros leitores,

Estou publicando no UOL uma série de 12 artigos sobre signos e relacionamentos. O primeiro deles, sobre Áries, já está disponível no link abaixo:

 

https://horoscopovirtual.uol.com.br/artigos/aries-e-os-relacionamentos

 

Espero que gostem e lhes ajudem em suas vidas!

abraços,

Mia Vilela