Previsões: semana de 22 a 28 de março de 2016

 

Gemini_White

Caros seguidores,

Segue abaixo previsão para a semana de 22 a 28 de março de 2016. Essas são previsões genéricas, que representam a energia que regerá esta semana.

Tônica geral: é uma semana em que a busca pela justiça e pela verdade continuam (Sol em Áries e Marte em Sagitário), pede cautela com ações precipitadas e de impulso. Semana movimentada.

Segunda-feira: a semana começa agitada, com energia de ação e movimento; mente alerta e snsibilidade aflorada. Pede cautela com julgamentos permeados por preconceitos e emoções e damanda cautela com reações instintivas, pois tudo tende a ser aumentado por uma sensibilidade aflorada. Assim, cuidado com as palavras que podem ferir sem inteção. Recomenda o uso da intuição.

Terça-feira: agitação e ação, mas hoje a sensibilidade já vem mais abastecida de discernimento racional e mais equilibrado. As ações tendem a ser mais ponderadas e fundamentadas no senso de justiça.

Quarta-feira: a agitação e energia mental seguem. Cuidado com manipulações e sensibilidade à flor da pele. Energia de carência no ar, bem como falta de equilíbrio nas reações instintivas, que tendem a ser impensadas e raivosas.

Quinta-feira: agitação e energia mental seguem. Dificuldade de expressão de sentimetos e de amor, tendência a reações frias e sem enxergar o real impacto no outro. Procurem se esforçar para acolher o próximo.

Sexta-feira: agitação e energia mental seguem. A compaixão reaparece, favorecimento de ideias criativas e boa energia de cura. Bom dia para meditar ou sair com os amigos. Favorece a conexão espiritual.

Sábado: agitação e energia mental seguem. O romance está no ar e a energia sexual também! Bom dia para sair com os amigos e paquerar. Energia criativa favorecida.

Domingo: domingo bem agitado, ótimo para farra, festas e para dar início a projetos. Energia de entusiasmo e coragem.

 

Aceitando a si mesmo e os outros

mandala yin yan

Uma das principais funções da Astrologia é auxiliar as pessoas no autoconhecimento e no conhecimento dos demais seres humanos. Enquanto o mapa astral revela a essência do sujeito, a Astrologia, com sua linguagem simbólica, revela os tipos de personalidade existentes e seus lados bons e ruins.

Como muitos de vocês já sabem, o Zodíaco é composto por 12 signos, os quais correspondem a 12 tipos básicos de personalidade. E, embora cada um de nós tenha nascido sob um único signo – sendo o desenvolvimento das boas qualidades desse signo o nosso caminho de vida e segredo de realização – todos temos um pouco de cada um dos 12 signos em nosso comportamento.

Explico. O mapa astral é composto de 12 casas e, em regra, cada signo ocupa uma casa do mapa. Por ocupar quero dizer que cada um dos 12 signos em um mapa astral marca o início (cúspide) de cada uma das 12 casas. Em alguns casos específicos há o que chamamos de interceptação de casas e, nessa hipótese, haverá 2 signos que não ocuparão o início (cúpide) de nenhuma casa, estando localizados totalmente dentro (presos) de 2 casas opostas entre si; enquanto outro par de signos ocupará o início (cúspide) dessas mesmas 2 casas.

E, na medida em que cada casa do mapa representa um setor de nossas vidas e cada signo marca a cúspide de cada casa, em cada setor de nossas vidas agimos conforme a tônica daquele signo.

Abaixo, a lista bastante resumida com as áreas da vida representadas por cada casa do mapa astral:

Casa I: personalidade no sentido de máscara social; como iniciamos as coisas; corpo físico e infância;

Casa II: como lidamos com posses, dinheiro e comida; nossos valores;

Casa III: irmãos, comunicação, estudos, viagens curtas;

Casa IV: a família que nos trouxe ao mundo; primeiro nível do subconsciente; essência da pessoa; gravidez para mulheres; relação com pai ou mãe; velhice;

Casa V: romances; filhos; lazer; expressão criativa;

Casa VI: rotina; saúde; animais de estimação; colegas de trabalho; trabalho do dia a dia;

Casa VII: casamento; sociedades; amigos muito próximos; nossa sombra (o lado que não desenvolvemos de nossa personalidade e, por consequência, atraímos pessoas que personificam esse lado sombra);

Casa VIII: sexo; heranças; empréstimos; divórcio; como lidamos com os valores e dinheiro dos outros; tabus; morte;

Casa IX: viagens longas; processos judiciais; religião e crenças; filosofia de vida; estudos superiores;

Casa X: projeção social; carreira; chefes; hierarquias; relação com pai ou mãe; o destino que controlamos;

Casa XI: amigos; grupos em geral; política; metas;

Casa XII: espiritualidade; inimigos ocultos; fé; destino que não controlamos.

Dessa forma, a título de exemplo, vou utilizar o signo de Sagitário. Cada um terá esse signo ocupando uma ou mais casas (conforme haja interceptação de casas no mapa ou não) e a casa ocupada pelo signo será a área da vida em que a pessoa agirá com a tônica dos sagitarianos. Sagitário, em breve síntese, representa expansão, espontaneidade, falta de limites, conhecimento, julgamento. Vejamos:

Sagitário na Casa I (ascendente): otimista, começa as coisas com fé e destemidamente; espontâneo, tendência a engordar especialmente nos quadris;

Sagitário na Casa II: ganha dinheiro fácil e gasta mais fácil ainda; valoriza o conhecimento e o crescimento pessoal através do conhecimento; precisa de uma filosofia de vida a ser seguida;

Sagitário na Casa III: amigável, social, julgador, fala sem pensar;

Sagitário na Casa IV: a família prega a liberdade e o conhecimento, mas valoriza status e projeção social, o sujeito gosta do campo e tende a ter sorte na velhice;

Sagitário na casa V: namorador, sortudo, brincalhão, gosta de eventos sociais;

Sagitário na casa VI: idealiza o trabalho, julgador com colegas de trabalho, precisa de animais de estimação, tende a ser descuidado com a saúde;

Sagitário na casa VII: pode ver o casamento como prisão, procura parceiro mais livre e que goste de aventura, atrai pessoas julgadoras e idealistas porque este é seu lado sombra;

Sagitário na Casa VIII: não teme a morte, curiosidade para se aprofundar em estudos sobre os mistérios da vida, sorte com heranças;

Sagitário na casa IX: ama viajar e almeja profundidade de conhecimento, tende a ter uma religião e ser bastante julgador em relação às crenças dos outros;

Sagitário na casa X: ambicioso, quer alçar grandes voos, idealiza a carreira e pode acabar sem rumo por nunca achar que o caminho escolhido é suficiente;

Sagitário na casa XI: muitos amigos e gosta de pregar suas ideias a grandes grupos, sendo atraído pela política;

Sagtário na casa XII: busca se aprofundar espiritualmente, alma livre e curiosa, proteção espiritual.

Dessa forma, temos um pouco de cada um em nós mesmos, o que nos deve levar a repensar antes de julgarmos o lado negativo dos outros, porque sempre teremos aquela mesma tendência negativa em algum setor de nossas vidas.

Na Astrologia tudo pode ser bom ou ruim, dependendo de qual lado da energia/potencial o sujeito alimentar. Entender essa dualdade da vida e de nós mesmos nos ajuda a aceitar melhor nossos defeitos e dificuldades e compreender melhor os outros, fazendo com que tenhamos relações mais saudáveis e satisfatórias.

Essa compreensão também é de grande valia para auxiliar o aprimoramento de nosso amor próprio, pois no momento que entendemos que o Universo compreende forças boas e ruins e que nós as temos em nossa alma em medidas determinadas, podemos acolher nosso lado sombra, diminuindo nossa culpa, vergonha ou auto flagelação, possibilitando que passemos a trilhar um caminho de cura ao invés da inércia da auto condenação que só leva à depressão. Acolher nossos potenciais ruins significa abrir o caminho para a sua mitigação e tornar consciente os momentos em que estamos mais sujeitos a agir de maneira insatisfatoria, permitindo que possamos dar mais ênfase e mais alimento às nossas potencialidades boas, evoluindo sempre.

Essa conscientização de si mesmo e do outro nos leva ao patamar de sermos sempre melhores em relação a nós mesmos, pois, afinal, não nascemos para sermos bons, nascemos para nos tornarmos melhores sempre. Vejam que a base dessa comparação não é o outro, mas nós mesmos, porque não temos a história de vida nem a personalidade do outro. Notem que, em nenhum momento, o mapa indica influência na vida alheia, então, é a partir do cuidado e aceitação próprios que podemos extrair o melhor que a vida tem a nos dar e o melhor de nossas relações com os outros. É amando a si próprio e aceitando sua sombra que o sujeito pode amar o próximo e atrair para si pessoas mais em linha com a sua noção de felicidade.

Portanto, lembrem-se: se algo no coleguinha te incomoda, busque saber em que área de sua vida você possui essa tendência que julga ser ruim e trate de trabalhar nisso, para que sua relação seja melhor e para que você não saia prejudicado no final.

Boa semana a todos.

Previsões: Lua Nova de Peixes e Eclipse

eclipse-3

 

Amanhã teremos um eclipse total do Sol, isto é, a Lua encobre o Sol. Tal eclipse também marca a Lua Nova de Peixes (o que significa que isso ocorrerá no signo de Peixes). Os efeitos a seguir narrados desse eclipse são sentidos socialmente 3 dias antes e depois do eclipse, podendo os seus efeitos mais concretos, nesse caso específico desse eclipse, serem sentidos em junho.

Em virtude de desconhecimento técnico e tendo em conta a penumbra provocada por um eclipse, os antigos o associavam a eventos muito maléficos. No entanto, um eclipse não necessariamente é prenúncio de tragédias.

É, contudo, sinal de alerta. A Lua Nova que coincide com um eclipse pede pausa na tomada de decisões importantes e no fechamento de negócios. Pode, igualmente, indicar mal entendidos. Tudo isso se reforça se a tal Lua Nova que também causa o eclipse fizer maus aspectos com os demais planetas.

E esse é justamente o caso. No eclipse de amanhã, a Lua Nova faz oposição a Júpiter (planeta que simboliza a verdade, a ética e o exagero), potencializando as más tendências indicadas acima. Como o aspecto é negativo, estamos sujeitos a enfrentar situações em que pessoas mal intencionadas tentem nos enganar ou façam um teatro bem exagerado, visando à propagação de uma mentira. E, por ser no signo de Peixes, potencializa as ilusões, falsidades e emoções em geral (a falácia estará no teatro emotivo, isto é, na projeção de falsas tristezas, falsas ofensas, etc). Portanto, é bom evitar tomada de decisões amanhã e nos 3 dias subsequentes e desconfiar de qualquer um que se faça de coitadinho (pense antes de ajudar quem você não tem certeza que precisa).

Note-se que a Lua rege as bolsas de valores, razão pela qual pode haver ilusão quanto ao seu rumo nesse período. Não é uma boa época para investidores amadores.

Por outro lado, Peixes é o signo da fé, entendida como confiança na vida e no destino (certeza de que, no fim, tudo dá certo), e essa Lua Nova (potencializada pelo eclipse) indica que, por meio do desenvolvimento da fé (dessa injeção de certeza no desfecho favorável), será possível encontrar força para superar situações difíceis. E, tratando-se de Peixes, o canal da intuição estará aberto para ser utilizado com vistas à solução dos problemas enfrentados. Para verificar os perigos das mentiras, a razão não será suficiente, deveremos utilizar a intuição, ler os sinais de nosso corpo e estarmos muito cientes de que não existe nada milagroso, isto é, desconfie de “negócios da China”.

A mesma Lua também faz bom aspecto com Plutão, o planeta das transformações e o faxineiro do Zodíaco, que tira toda a sujeira escura dos cantos escondidos e traz tudo à tona, exigindo força para lidar com a verdade e com as consequentes mudanças advindas de sua revelação. Sendo o aspecto positivo, essa Lua indica que, se as ferramentas narradas no parágrafo precedente forem bem utilizadas, a bondade e a generosidade prevalecerão sobre as tentativas de terceiros de provocar enganos e discórdia. Ainda, esse aspecto indica mudança no rumo das coisas, considerando a sociedade como um todo. Mudanças essas dolorosas, mas necessárias e que, se bem processadas, resultarão em força coletiva.

É muito importante saber lidar bem com as mudanças desse período, pois elas marcarão um novo ciclo de 19 anos. Então, sejam sábios em suas decisões e tenham fé de que tudo acontece para um bem maior, e não sucumbam ao pessimismo, ao julgamento precipitado nem à ilusão. É preciso força, fé e capacidade de transmutação.

INTERPRETAÇÃO INDIVIDUAL DO ECLIPSE/LUA NOVA DE PEIXES

Sob a perspectiva individual, os efeitos detalhados desse céu descrito acima apenas poderão ser verificados mediante a análise do mapa astral de cada um, pois dependerão da casa do mapa (setor da vida) em que o eclipse ocorre (esse será o setor particularmente afetado).

Ainda, sob a perspectiva individual, os efeitos do eclipse perpetuam por 6 meses e, nesse caso específico, culminarão no mês de junho, devido à quadratura que a Lua Nova daquele mês fará com o eclipse de amanhã.

Como esse eclipse ocorre a 18º de Peixes, todos os nascidos com o Sol entre 13º e 23º de Peixes ou Virgem sentirão os efeitos mais intensamente, notadamente em sua vitalidade e na perda da vontade/ação diante dos acontecimentos imprevistos da vida. É como se o destino se impusesse a essas pessoas, com efeitos bem concretos em junho. A área da vida em que esse destino irá se impor depende do mapa de cada um.

De toda sorte, seguindo a técnica de previsões genéricas, é possível dizer que, ao menos um pouco, as seguintes áreas da vida dos seguintes signos serão afetadas por situações que fogem ao controle do indivíduo (mas essas previsões não indicam com precisão os efeitos do eclipse em cada um, pois isso, conforme exposto acima, depende do mapa pessoal de cada indivíduo):

Áries: destino que não se controla, inimigos ocultos, fé;

Touro: amizades, metas e trabalhos em grupo

Gêmeos: carreira, relação com pais e/ou chefes, projeção social, o destino sobre o qual se tem controle;

Câncer: viagens internacionais, processos judiciais, estudos acadêmicos e religiosidade;

Leão: composição de valores pessoais com os valores dos outros, heranças e inventários, afeta processos de divórcio em andamento (ou, dependendo do mapa pessoal, pode ensejar divórcio), empréstimos, noção de que somos todos vulneráveis;

Virgem: relações conjugais ou com amizades muito próximas e sócios, bem como traz o lado sombra do sujeito à tona;

Libra: trabalho diário, rotina, saúde, animais de estimação;

Escorpião: filhos, namoros, projetos criativos, lazer e jogos de azar;

Sagitário: relação com os pais, casa, fase mais introspectiva e gravidez para mulheres;

Capricórnio: estudos, comunicação, relação com irmãos e pequenas viagens;

Aquário: finanças pessoais, sistema de valores pessoal, problemas com alimentação;

Peixes: corpo físico, afeta como a pessoa se mostra aos outros e é vista por eles, identidade.

 

Em suma, como dizem por aí, é tempo para o lema: força, foco e fé!